Posts Tagged ‘Pernambuco’

Saiba como doar para as vítimas das chuvas em Alagoas e Pernambuco

21/06/2010

As chuvas que estão castigando os estados de Alagoas e Pernambuco estão fazendo vítimas a cada dia que passa. Dos 22 municípios atingidos, 15 tiveram estado de calamidade pública decretado pelo governo. Já são mais de 70 mil desabrigados e desalojados só em Alagoas.

Por isso, disponibilizo abaixo os contatos para que você faça a sua doação às pessoas que mais precisam. Eis os melhores canais:

Para fazer doações para as vítimas das enchentes em Pernambuco, clique aqui.

Para doar para os desabrigados em Alagoas, clique aqui.

Comando Geral da PM de Recife – Praça do Derby, s/número, bairro do Derby. Tel: (81) 3412-1311

Quartel Central do Corpo de Bombeiros em Recife – Avenida João de Barros, 399, bairro Boa Vista. Atendimento ao público: (81) 3182-9154

Defesa Civil de Alagoas: (82) 3315-2822

As doações para as vítimas das chuvas em Alagoas devem ser feitas somente no quartel do Corpo de Bombeiros, na Avenida Siqueira Campos, no Trapiche, e nos pontos autorizados: na Igreja de São Gonçalo, no Farol; no Instituto da Visão, na Avenida Santa Rita, no Farol ; e no Shopping Maceió.

O Corpo de Bombeiros de Alagoas também oferece duas contas para doações em dinheiro:

Banco do Brasil: agência 3557-2, conta corrente 5241-8

Caixa Econômica: agência 2735, operação 006, conta 955/5.

Solidariedade nunca é demais.

Abração!

Anúncios

Católica, a igreja da exclusão!!!

10/03/2009

menina-estupro

Vergonha… É exatamente isso que eu estou sentindo por ser católico. Não sou católico praticante, mas fui batizado na Igreja Católica e até então seguia, em termos, os preceitos desta religião.

Mas a atitude da Igreja perante o acontecimento de Alagoinha, interior de Pernambuco, me chocou, não só pelo fato em si, que também é chocante, mas pela falta de compreensão dos bispos católicos e, acima de tudo, da forma ditatorial como foi tratado o assunto.

Você sabe, amigo leitor do blog, que falo sobre o caso da menina de 9 anos que foi estuprada pelo padrasto e acabou grávida de gêmeos. Pelas circunstâncias, ela teria que abortar de qualquer maneira, pois corria risco de morrer. E a lei ampara esse tipo de aborto (ela, inclusive, estava dentro dos dois únicos casos permitidos de aborto na lei brasileira).

Os médicos, amparados pela lei e temendo pela vida de uma criança, fizeram o que era mais óbvio para o momento, o aborto. Hoje, a menina passa bem e terá alta brevemente, voltando à sua vida de criança, de brincadeiras e de estudos.

Mas a grande questão neste caso foi a hipocrisia da Igreja Católica. Tudo bem, ela tem seus dogmas, seus preceitos e suas filosofias. Mas, para toda regra, existe uma exceção! Os bispos e padres de Pernambuco e do Brasil realmente não mediram as consequências do fato.

Primeiro que a menina não teria estrutura corporal, biológica e principalmente psicológica para criar de dois filhos de uma vez. Segundo que, como é uma criança, ainda em formação, teria sérios problemas de saúde, inclusive com eminência de morte.

A Igreja Católica, ao invés de dar amparo à criança e à família dessa criança, resolve agir de forma inquisitória e ditatorial, excomungando todos os envolvidos no aborto, incluindo os profissionais de saúde e até a mãe da menina, que autorizou a operação. Nada, nada justifica esta atitude insana da Igreja!

E ainda me vem o arcebispo Dom José Cardoso Sobrinho dizendo que aborto é mais grave que estupro. Faça-me o favor! O padrasto desta menina, que estuprava constantemente uma criança pura, não deveria ser excomungado também? Pois é, a Igreja não fez isso com ele…

Estou envergonhado! A Igreja Católica deveria rever seus conceitos urgentemente e mostrar ao povo que não é a igreja da exclusão… Pois é o que está parecendo.

Depois, reclama que vem perdendo cada vez mais fiéis para os evangélicos, espíritas e outras tantas denominações religiosas.

Abração!